Arquivos da categoria: Motivação

Cumprimos a missão em 2018

Missão cumprida em 2018!

Chegamos ao fim de mais um ciclo virtuoso para a Polícia Militar da Bahia. Milhares de homens e mulheres que ostentam a nossa farda podem respirar satisfeitos por terem cumprido, com êxito, a missão de oferecer segurança pública com profissionalismo e ética, obedecendo fielmente os preceitos da legalidade.

Neste ano, realizamos mais de 22.000 mil prisões em flagrante e apreendemos mais de 7.300 armas de fogos: dados que comprovam a eficácia técnica da nossa atuação. Fizemos a repressão qualificada ao crime, salvando vidas, sem nos deixar abater por toda a complexidade social que a sociedade brasileira vive neste momento.

Mas não só isso. Também nos dedicamos intensamente à prevenção, através da aproximação cuidadosa com comunidades vulneráveis, desenvolvendo diálogos e projetos que transformaram o caminho de muitos jovens baianos – potenciais vítimas de aliciadores envolvidos com o crime. Só para citar dois exemplos, destaco o concurso Garota BCS, que eleva a autoestima de jovens de comunidades com Bases Comunitárias de Segurança, e o Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD), que orienta crianças sobre os danos causados pelas drogas em escolas do Ensino Básico.

“Avançamos muito na implementação de programas de gestão da qualidade, análise de processos e cumprimento do nosso Planejamento Estratégico”

2018 foi um ano especialmente marcante também para transformar a gestão da Polícia Militar. Avançamos muito na implementação de programas de gestão da qualidade, análise de processos e cumprimento do nosso Planejamento Estratégico. Nosssos comandantes de unidades foram para as salas de aula pensar a nossa Corporação, aprendendo técnicas modernas de administração.

Dois outros projetos se espalharam por várias partes da Bahia, e continuam crescentemente sendo requisitados pelos frutos positivos que produzem: a Ronda Maria da Penha, protegendo mulheres vítimas de violência, e a adesão das escolas municipais baianas ao modelo de gestão do Colégio da Polícia Militar (CPM), levando disciplina aos alunos dessas instituições de ensino.

Neste contexto, só nos resta agradecer à sociedade baiana pela confiança, e à nossa tropa pelo extraordinário trabalho em todas essas frentes. Só a união entre os interesses legítimos da comunidade e a abnegação profissional dos homens e mulheres policiais-militares da Bahia poderia nos trazer resultados tão positivos. No sertão baiano, na Chapada Diamantina, no Cerrado, nas periferias de Salvador, na fronteira do Sul do estado: a nossa Corrente do Bem vem difundindo segurança, paz social, cidadania e valores democráticos nos 417 municípios baianos.

Continuaremos alimentando esse ciclo virtuoso em 2019. Tenha um feliz Natal e um próspero Ano-Novo!

 

 

Uma mensagem aos futuros policiais militares

Mensagem aos futuros policiais militares

Com os concursos para o Curso de Formação de Soldado (CFSd) PMBA e para o Curso de Formação de Oficiais (CFO) já confirmados pelo governador Rui Costa, vale a pena conversar um pouco com aqueles que almejam o ingresso na nossa Polícia Militar da Bahia. Tenho visto a quantidade de jovens que se empenham diariamente estudando para os nossos concursos, demonstrando o quanto a nossa Corporação é uma referência de profissionalismo e de valor para a comunidade. Isso me deixa muito feliz!

Saiba que aqui você terá o grande desafio de prestar segurança pública ao povo baiano, e aos milhares de turistas que visitam nosso estado anualmente. Nesse sentido, é importantíssimo assimilar a essência do servir, que é a grande razão de ser da nossa profissão. É uma responsabilidade e um prazer muito grande representar a tranquilidade para uma comunidade, através da nossa presença e atuação.

Em várias circunstâncias, a Polícia Militar é a referência do Estado para o cidadão, que muitas vezes encontra-se em situação de vulnerabilidade e aflição, precisando de apoio, acolhimento, suporte. Nesse sentindo, a sensibilidade na forma em que se trata um cidadão, faz toda diferença.

Ao tornar-se policial militar, você, automaticamente, será visto como uma liderança social e será exigido pela própria sociedade a agir em consonância com esse papel. É muito realizador tornar-se uma liderança que possui a capacidade de promover o bem à comunidade!

Toda autoridade traz consigo alguma responsabilidade. E nossa principal responsabilidade é agir conforme a lei. É indispensável e fundamental na carreira policial-militar a conduta ética correta, o respeito aos valores morais, o bom trato com o cidadão. A austeridade que a farda entrega no combate qualificado ao crime não pode ser desviada para o cometimento de qualquer tipo de abuso. Ao contrário: a ação do policial militar só faz sentido público quando está inteiramente dentro do ordenamento jurídico.

Esse é o desafio e o compromisso da nossa missão, tão peculiar e diferenciada: a cortesia unida à severidade legal, a disciplina unida à solidariedade, o empoderamento social associado à ordem, o respeito às diferenças e a negação de qualquer privilégio. Dessa forma, com bom senso e equilíbrio conseguimos atuar da forma mais justa, fazendo cumprir a ordem ponderada dentro dos contextos sociais.

Além disso, nunca é demais lembrar: trabalhamos mesmo colocando a própria vida em risco pelo bem da coletividade. Para nós, policiais militares, para mim, comandante geral da PMBA, é um grande orgulho ostentar esta farda e saber que milhares de candidatos nos têm como referência, e querem unir seus futuros aos nossos. O ofício policial-militar é muito desafiador, mas também muito realizador. Tenham todos e todas boa sorte!

Lembrem-se sempre: PM e comunidade na corrente do bem!

Eleições 2016: obrigado, Policiais Militares da Bahia!

Agradecimento - Eleições 2016

Distintos policiais militares,

Encerrou-se, no último fim de semana, mais um pleito eleitoral bem-sucedido no nosso Estado, com a formação de um novo cenário político nos municípios.

Todo esse sucesso é fruto da contribuição significativa de milhares de servidores públicos que, com muita dedicação, profissionalismo e eficiência, desempenharam suas atribuições fazendo com que as eleições transcorressem com a lisura, a transparência, a tranquilidade, a segurança e a legalidade exigidas pela ordem jurídico-democrática do país.

Nesse contexto, há aqueles servidores essenciais ao processo eleitoral, aqueles que, sem os quais, o pleito não chegaria a bom termo, sequer aconteceria. Dentre eles, estamos nós, policiais militares.

Fruto de um planejamento primorosamente bem elaborado, atuamos em todos os 417 municípios baianos, mantendo a ordem e a segurança públicas e garantindo o fiel cumprimento da legislação eleitoral.

Releva destacar, todavia, que a importância da nossa atuação vai muito além. Somos protagonistas da manutenção da ordem democrática no nosso país, ao garantirmos a todos os cidadãos a tranquilidade de saírem de suas casas e se deslocarem para o exercício do sagrado direito de votar livremente de acordo com as suas convicções, escolhendo os rumos da sociedade. A democracia se constrói com participação responsável, envolvimento e comprometimento de todos com o resultado positivo.

Sinto-me feliz e honrado com o grau de profissionalismo demonstrado pela tropa, consagrado pelos resultados alcançados.

Destarte, parabenizo e ao mesmo tempo agradeço a todos os policiais militares que participaram da Operação Eleições 2016, os quais, trabalhando diuturnamente, com muita dedicação, compromisso, responsabilidade e eficiência foram os responsáveis pelo sucesso de mais um pleito eleitoral e pela manutenção da democracia no nosso Estado da Bahia.

A Corrente do Bem mais uma vez foi vitoriosa face à força de cada um de nós que construímos os seus elos. Continuemos sempre firmes e fortes na nossa missão, em benefício da nossa amada Corporação e a sociedade baiana.

Tenho sempre dito em minhas mensagens que os policiais militares são os legítimos heróis e guardiões da sociedade, e estou cada vez mais convicto dessa verdade, e nesse último final de semana provamos que de fato somos “PM e comunidade juntos na Corrente do Bem”.

Deus continue nos abençoando sempre!

Os 4 pontos essenciais para ser policial militar

Policial militar na Barra

Para ser policial militar é preciso estar atento a quatro fatores indispensáveis: preparo físico, preparo intelectual/técnico, preparo psicológico/emocional e conduta ética/moral elevada. Quando qualquer um desses elementos falta, o resultado na atuação do policial militar pode ser trágico.

Em vários momentos da nossa rotina somos exigidos fisicamente. Atuamos em vários biomas e condições geográficas em toda a Bahia, que exigem diferentes tipos de preparo físico dos nossos homens e mulheres. Em situações limite, precisamos correr, nadar, nos manter por muito tempo em pé, resistir ao sono e outras necessidades fisiológicas. Para isso é preciso treinamento e cuidado com a saúde, algo que nosso Centro de Educação Física e Desportos e o Departamento de Saúde vem se dedicando continuamente.

Um dos fatores que nos leva ao menor desgaste físico é justamente a capacidade técnico-intelectiva, pois nos dá condições de cumprir as missões com o mínimo possível de esforço e risco. Seja o conhecimento sobre a legalidade de nossa atuação, seja a melhor forma de realizar abordagens, buscas pessoais, patrulhamento etc. Nossas unidades de Ensino, Instrução e Capacitação são as multiplicadoras desse conhecimento para sempre elevar nosso nível de excelência.

Mas o conhecimento e o preparo físico não são suficientes para que a ação do policial militar seja correta. A preocupação com a dimensão ética e moral deve ser permanente, e por isso buscamos transmitir, desde os cursos de formação, valores que garantam ações dentro da legalidade. A Corregedoria da PMBA é a protetora desses valores, e está sempre atenta para preservá-los.

Por fim, e não menos importante, há o campo emocional e psicológico de cada homem e mulher que serve à Polícia Militar da Bahia. Cada ser humano precisa de cuidado, afeto, estabilidade familiar e social. Não podemos deixar que instabilidades emocionais façam os guardiães da sociedade sofrerem, ou cometerem erros por isso. É aí que entra nosso Departamento de Promoção Social, principal instância de valorização e elevação da autoestima dos seres humanos da PMBA.

Como Comandante Geral, estou atento a cada um desses setores, para que nossos policiais militares possam entregar aos baianos e baianas um serviço primoroso, superando as expectativas do nosso povo. Sempre que avistar um policial militar, lembre-se: ali está alguém que se preparou física, intelectual, psicológica e moralmente para lhe servir.

É a PMBA e a comunidade na corrente do bem!