Arquivos da categoria: Motivação

Uma mensagem aos futuros policiais militares

Mensagem aos futuros policiais militares

Com os concursos para o Curso de Formação de Soldado (CFSd) PMBA e para o Curso de Formação de Oficiais (CFO) já confirmados pelo governador Rui Costa, vale a pena conversar um pouco com aqueles que almejam o ingresso na nossa Polícia Militar da Bahia. Tenho visto a quantidade de jovens que se empenham diariamente estudando para os nossos concursos, demonstrando o quanto a nossa Corporação é uma referência de profissionalismo e de valor para a comunidade. Isso me deixa muito feliz!

Saiba que aqui você terá o grande desafio de prestar segurança pública ao povo baiano, e aos milhares de turistas que visitam nosso estado anualmente. Nesse sentido, é importantíssimo assimilar a essência do servir, que é a grande razão de ser da nossa profissão. É uma responsabilidade e um prazer muito grande representar a tranquilidade para uma comunidade, através da nossa presença e atuação.

Em várias circunstâncias, a Polícia Militar é a referência do Estado para o cidadão, que muitas vezes encontra-se em situação de vulnerabilidade e aflição, precisando de apoio, acolhimento, suporte. Nesse sentindo, a sensibilidade na forma em que se trata um cidadão, faz toda diferença.

Ao tornar-se policial militar, você, automaticamente, será visto como uma liderança social e será exigido pela própria sociedade a agir em consonância com esse papel. É muito realizador tornar-se uma liderança que possui a capacidade de promover o bem à comunidade!

Toda autoridade traz consigo alguma responsabilidade. E nossa principal responsabilidade é agir conforme a lei. É indispensável e fundamental na carreira policial-militar a conduta ética correta, o respeito aos valores morais, o bom trato com o cidadão. A austeridade que a farda entrega no combate qualificado ao crime não pode ser desviada para o cometimento de qualquer tipo de abuso. Ao contrário: a ação do policial militar só faz sentido público quando está inteiramente dentro do ordenamento jurídico.

Esse é o desafio e o compromisso da nossa missão, tão peculiar e diferenciada: a cortesia unida à severidade legal, a disciplina unida à solidariedade, o empoderamento social associado à ordem, o respeito às diferenças e a negação de qualquer privilégio. Dessa forma, com bom senso e equilíbrio conseguimos atuar da forma mais justa, fazendo cumprir a ordem ponderada dentro dos contextos sociais.

Além disso, nunca é demais lembrar: trabalhamos mesmo colocando a própria vida em risco pelo bem da coletividade. Para nós, policiais militares, para mim, comandante geral da PMBA, é um grande orgulho ostentar esta farda e saber que milhares de candidatos nos têm como referência, e querem unir seus futuros aos nossos. O ofício policial-militar é muito desafiador, mas também muito realizador. Tenham todos e todas boa sorte!

Lembrem-se sempre: PM e comunidade na corrente do bem!

Eleições 2016: obrigado, Policiais Militares da Bahia!

Agradecimento - Eleições 2016

Distintos policiais militares,

Encerrou-se, no último fim de semana, mais um pleito eleitoral bem-sucedido no nosso Estado, com a formação de um novo cenário político nos municípios.

Todo esse sucesso é fruto da contribuição significativa de milhares de servidores públicos que, com muita dedicação, profissionalismo e eficiência, desempenharam suas atribuições fazendo com que as eleições transcorressem com a lisura, a transparência, a tranquilidade, a segurança e a legalidade exigidas pela ordem jurídico-democrática do país.

Nesse contexto, há aqueles servidores essenciais ao processo eleitoral, aqueles que, sem os quais, o pleito não chegaria a bom termo, sequer aconteceria. Dentre eles, estamos nós, policiais militares.

Fruto de um planejamento primorosamente bem elaborado, atuamos em todos os 417 municípios baianos, mantendo a ordem e a segurança públicas e garantindo o fiel cumprimento da legislação eleitoral.

Releva destacar, todavia, que a importância da nossa atuação vai muito além. Somos protagonistas da manutenção da ordem democrática no nosso país, ao garantirmos a todos os cidadãos a tranquilidade de saírem de suas casas e se deslocarem para o exercício do sagrado direito de votar livremente de acordo com as suas convicções, escolhendo os rumos da sociedade. A democracia se constrói com participação responsável, envolvimento e comprometimento de todos com o resultado positivo.

Sinto-me feliz e honrado com o grau de profissionalismo demonstrado pela tropa, consagrado pelos resultados alcançados.

Destarte, parabenizo e ao mesmo tempo agradeço a todos os policiais militares que participaram da Operação Eleições 2016, os quais, trabalhando diuturnamente, com muita dedicação, compromisso, responsabilidade e eficiência foram os responsáveis pelo sucesso de mais um pleito eleitoral e pela manutenção da democracia no nosso Estado da Bahia.

A Corrente do Bem mais uma vez foi vitoriosa face à força de cada um de nós que construímos os seus elos. Continuemos sempre firmes e fortes na nossa missão, em benefício da nossa amada Corporação e a sociedade baiana.

Tenho sempre dito em minhas mensagens que os policiais militares são os legítimos heróis e guardiões da sociedade, e estou cada vez mais convicto dessa verdade, e nesse último final de semana provamos que de fato somos “PM e comunidade juntos na Corrente do Bem”.

Deus continue nos abençoando sempre!

Os 4 pontos essenciais para ser policial militar

Policial militar na Barra

Para ser policial militar é preciso estar atento a quatro fatores indispensáveis: preparo físico, preparo intelectual/técnico, preparo psicológico/emocional e conduta ética/moral elevada. Quando qualquer um desses elementos falta, o resultado na atuação do policial militar pode ser trágico.

Em vários momentos da nossa rotina somos exigidos fisicamente. Atuamos em vários biomas e condições geográficas em toda a Bahia, que exigem diferentes tipos de preparo físico dos nossos homens e mulheres. Em situações limite, precisamos correr, nadar, nos manter por muito tempo em pé, resistir ao sono e outras necessidades fisiológicas. Para isso é preciso treinamento e cuidado com a saúde, algo que nosso Centro de Educação Física e Desportos e o Departamento de Saúde vem se dedicando continuamente.

Um dos fatores que nos leva ao menor desgaste físico é justamente a capacidade técnico-intelectiva, pois nos dá condições de cumprir as missões com o mínimo possível de esforço e risco. Seja o conhecimento sobre a legalidade de nossa atuação, seja a melhor forma de realizar abordagens, buscas pessoais, patrulhamento etc. Nossas unidades de Ensino, Instrução e Capacitação são as multiplicadoras desse conhecimento para sempre elevar nosso nível de excelência.

Mas o conhecimento e o preparo físico não são suficientes para que a ação do policial militar seja correta. A preocupação com a dimensão ética e moral deve ser permanente, e por isso buscamos transmitir, desde os cursos de formação, valores que garantam ações dentro da legalidade. A Corregedoria da PMBA é a protetora desses valores, e está sempre atenta para preservá-los.

Por fim, e não menos importante, há o campo emocional e psicológico de cada homem e mulher que serve à Polícia Militar da Bahia. Cada ser humano precisa de cuidado, afeto, estabilidade familiar e social. Não podemos deixar que instabilidades emocionais façam os guardiães da sociedade sofrerem, ou cometerem erros por isso. É aí que entra nosso Departamento de Promoção Social, principal instância de valorização e elevação da autoestima dos seres humanos da PMBA.

Como Comandante Geral, estou atento a cada um desses setores, para que nossos policiais militares possam entregar aos baianos e baianas um serviço primoroso, superando as expectativas do nosso povo. Sempre que avistar um policial militar, lembre-se: ali está alguém que se preparou física, intelectual, psicológica e moralmente para lhe servir.

É a PMBA e a comunidade na corrente do bem!